Lápis de Cores - Análise de Marcas Nacionais! Parte 1



por: Ed Oliver

Encorajado pelo recente sucesso que algumas de nossas postagens acerca de materiais de desenho tem feito nas redes sociais, resolvi fazer esta matéria em 2 partes para auxiliar os iniciantes na arte fantástica da pintura com lápis de cor, esta técnica tão bela e que por anos foi relegada a segundo plano nas artes pelo desconhecimento de sua refinada técnica.

Com o advento da internet a técnica de pintura com Lápis de Cor ganhou adeptos e muitas de suas técnicas popularizadas pelas redes sociais sobretudo com o advento da moda dos Livros para colorir, mas mesmo com toda informação possível ainda resta uma lacuna sobre o tema que é o inexplicável preconceito que leigos e mesmo muitos artistas tem com os materiais nacionais frente aos estrangeiros, coisa que como veremos a seguir se mostra injustificável.
Também dentro de algumas parcerias fechadas pelo Portal dos Quadrinhos, daremos indicações e analises de algumas marcas que recebemos.

Sobre Diferenças e Preconceitos...

É evidente que o mercado de marcas e modelos de lápis de cores no exterior se desenvolveu a mais tempo que em nosso país e tem uma maior oferta de marcas e modelos, apresentando características diferentes porém não devemos confundir características com qualidade, já que muito da matéria prima dos lápis que são produzidos lá fora é justamente adquirida aqui, ou seja o mesmo material que são produzidos os lápis de marcas nacionais.

A busca maior pelo produto importado se deve a popularização de suas marcas e também ao desconhecimento do artista pelo produto nacional, assim como intrinsecamente acontece com os papéis que são usados pelos mesmos artistas.  Mas como os preços trabalhados pelas industrias de fora muitas vezes impossibilitam o artista de adquiri-los, descobrir que há alternativas nacionais no mesmo nível é uma ótima notícia para os artistas!

Com tudo isso, não estamos dizendo que não aja marcas ruins no mercado , mas isso também acontece em outros países. O Brasil vêm se desenvolvendo muito nesta área e já oferece uma gama grande de excelentes produtos, que a seguir serão apresentados ao leitor.
Em última análise, a qualidade dos trabalhos se deve a capacidade do artista e não do produto em si.

Sem mais demora, vamos análise dos produtos desta primeira parte de nossa matéria!


Faber - Castell 48 Cores Ecolápis Aquarelável


Uma das melhores marcas do mercado, a Faber Castell vêm se esforçando muito para tornar estas caixas e linhas mais elaboradas de seus produtos, como alternativas profissionais para seu publico, o que vêm sendo acompanhado de uma crescente em sua qualidade, esta caixa de 48 cores apresenta tons fortes, pigmentação viva e que é ainda mais realçada na aplicação da água durante a pintura.
Logicamente a textura do grafite é mais macia e granulada para funcionar melhor na técnica de pintura. Nível profissional.
Seu formato sextavado (hexagonal) garante firmeza e precisão no uso.


Detalhe: Algumas cores da caixa de 24 cores, não estão presentes nesta de 48 cores e vice-versa. 
A mistura de cores é bem funcional entre si, 
O preço desta caixa varia entre 60 a 85 reais.

Crayola 24 Cores



Um dos preferidos pelos ilustradores, com uma seleção de cores bem bonitas, macio ao apontar e pintar com pigmentação e tonalidades fortes no pincel. Sua mistura entre as cores também é muito boa assim como a cobertura durante a pintura, nível profissional também.
Sendo sua distribuição feita no Brasil e por ser popular entre os usuários achamos que valeria a pena sua inclusão nesta sessão. Formato Arredondado.

O único pecado da Crayola é que sua distribuição em território nacional é muito falha sendo mais fácil de adquirí-lo em sites de compras online. Há caixas com 12, 50 e até 100 cores.
O preço desta caixa de 24 cores varia por volta dos 30 reais.


Happy Time 36 Cores 



Uma marca da fabricante Spiral e de distribuição da empresa Kalunga, com certeza um dos lápis de cores que mais me surpreenderam, devo confessar que por seu baixo custo eu temi que sua qualidade fosse ruim, mas para minha alegria e surpresa ele é muito bom ( exemplo do que falamos sobre materia prima no início do texto). 



Sua pigmentação é muito forte e boa quase se igualando a um lápis aquarelável, a mistura entre as cores é boa e a seleção de tonalidades para esta caixa foi muito bem organizada mostrando um mix bem equilibrado.
Embalagem simpática e de utilização otimizada. Formato redondo.
Existem ainda versões de 12 e 24 cores.
Uma ótima alternativa custo benefíco / preço e qualidade, surpreendendo muito!
Esta caixa de 36 cores pode ser encontrada facilmente e sai por volta dos 30 reais.

Ecolápis Multicolor Super 12 cores


Outra grata surpresa de custo-benefício e qualidade ficou por conta do Ecolápis Multicolor.
Em formato sextavado ( hexagonal) apresenta também um mix interessante de cores, durante a pintura mostrou tonalidade fortes e cores vibrantes. Eles são macios ao apontar e macios durante sua utilização para pintura.
A mistura de cores também funciona bem e as minas são firmes. 
Mais uma ótima alternativa de baixo custo com a surpresa da qualidade de matéria prima!
O produto possui versões de 24 e 36 cores.

Lápis Maped Fluo 6 cores Fluorecentes


De fabricação francesa mas distribuído no Brasil, a Maped se mostra uma excelente marca em termos de qualidade de pigmentação e cores, esta versão de cores fluorecentes é muito bonita e sua característica triangular dá firmeza e segurança durante o trabalho.

O Mix das cores é funcional e o lápis é macio no apontar e na utilização sobre papel. O custo do produto também é honesto por sua proposta.

Para exemplificar como é possivel se obter excelentes resultados sem gastar fortunas com lápis importados, mostramos aqui o maravilhoso trabalho do professor Mário Freire que fez esta arte utilizando a marca nacional Multicolor!



E para a surpresa de vocês, teremos nos próximos dias uma super entrevista com o professor Mario Freire falando sobre sua técnica, sobre os segredos dos lápis de cor! Não percam!

Aguardem a Parte 2 de nossa matéria a semana que vêm!!!


Falando em Lápis de cor, você conhece o trabalho do Mestre brasileiro da pintura com lápis, Mario Freire? Veja AQUI!



11 comentários:

  1. Bem legal, conheço a maioria delas, exceto a Crayola. Happy time lembro que ano passado comprei na loja virtual da kalunga essa caixa de 36 cores por menos de dez reais, hoje creio que deve estar entre 12, 13 reais mais ou menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo feedback Van, nos próximos dias teremos a segunda parte da matéria e uma super entrevista com o professor Mario Freire, autor da arte desta matéria!

      Excluir
    2. A maioria tem boa textura, mas o que mais gostei foi da crayola me surpreendeu bastante e com um toque bem profissional. Mas todas que foram citadas no post são incríveis. Parabéns por essas dicas ajuda muito para nós que gosta de colorir por hobbys ou profissionalmente. Abr!

      Excluir
  2. Por um acaso os lápis da Bic serão mencionados? Pois estou com um pé atrás se comprou ou não heheh

    ResponderExcluir
  3. É como dissemos Rafael essa é só a primeira parte do texto virão mais com outras marcas resenhadas!

    ResponderExcluir
  4. Eu estou surpresa com algumas que foram citadas aqui, mas acredito que vai de como cada pessoa se adapta a cada marca. Também tem a da Tilibra que é muito boa para colorir. A Crayola não conhecia. É bom sempre ter dicas. Aguardando a segunda parte! Abraços Ed

    ResponderExcluir
  5. valeu pela participação Cintia, muitas vezes as críticas a certas marcas são de pessoas que não dominam a tecnica da pintura a lápis, não usam o papel certo, etc. Iremos publicar uma matéria com dicas de pintura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Vou esperar ansiosamente por essa matéria. Para mim, que estou começando agora vai ser muito enriquece dor.

      Excluir
  6. http://imgur.com/tQiNfrp http://imgur.com/x3cScHX http://imgur.com/x9MugE6 http://imgur.com/L4CbTs3 , aqui uns exemplos de desenhos feitos com lapis comum que um amigo fez.

    ResponderExcluir
  7. Muito esclarecedor esse texto. Outro dia eu colori com o lápis de cor CROMUS e o resultado foi muito bom. Adoro os da MAPED.

    ResponderExcluir